De 1 a 10

Todo mundo tem coisas que gosta e que não gosta no parceiro. Dia desses, eu fiz um top 10 das coisas que eu mais gosto numa mulher, hoje decidi compartilhar aqui. Vóilá

1- Mulheres difíceis e que não se deêm por conquistadas facilmente. Sou apaixonado pelas mulheres maçã de Machado de Assis. E, claro, além de dífices têm que ser inteligentes. Uma das coisas que eu odeio é mulher sem conteúdo, pode usar a minisaia que for, mas sem inteligencia, tudo torna-se vazio e efêmero.

2- Sarcasmo e ironia. Pra mim, não existe nada melhor do que mulheres que sabem usar de um bom sarcasmo e dá ironia para provocar.

3- Provocações inesperadas. Ser provocado, quando não se espera por isso, é muito bom.

4- O local público e o risco de ser pego numa ficada pode ser muito gostoso.

5- Mulheres com poucas limitações, mas que tenham as suas limitações. Impor respeito é ótimo para o relacionamento.

6- Bom humor, mulheres que gostam de rir de besteiras, adoro essas.

7- Mulheres que puxam o cabelo, arranham e gemem, quando estimuladas para isso.

8- Mulheres que sabem o que querem, quando querem e como querem. Não gosto muito da mulher passiva tábomdojeitoquetá.

9- Sexo em casa e na minha cama (ou na cama dela). Porque fazer sexo em motel é muito ruim.

10- Sexo com quem se gosta, é um dos clichês mais verdadeiros que existem.

Êta lelê

Saiu no portal Comunique-se:

MPF pede anulação de concessões de empresas de deputados e ex-deputados

Seis empresas de rádio e TV pertencentes a deputados e ex-deputados federais podem ter a renovação de suas concessões anuladas. Na segunda-feira (23/07), o Ministério Púbico Federal no Distrito Federal entrou com seis Ações Civis Públicas alegando que houve favorecimento pessoal nas concessões já que políticos que são sócios das empresas participaram das votações que analisaram e deferiram os pedidos de concessão e renovação de outorgas.

(para ler a íntegra é preciso de cadastro)

Aluísio Alves deve ter se remexido no túmulo. Depois dessa, minha preocupação é se o MPF decidir bater em Natal, se isso acontecer, estamos perdidos, vamos ficar sem TV nem rádios locais. Porque, o que tem de "favorecimento pessoal" nas concessões aqui do Estado, é brincadeira.

Rosk Recomenda


É difícil tentar descrever a sensação do espectador ao assistir o longa francês "O Fabuloso Destino de Amelie Poulain". O filme constitui-se uma fábula para adultos, incrivelmente bem dirigida e bem produzida, desde o figurino e a palheta de cores do filme, sempre combinando com as características psicológicas dos personagens, até mesmo na criação dos personagens e sobretudo da protagonista, uma apaixonante jovem sonhadora francesa de 23 anos.

O Fabuloso Destino de Amelie Poulain, em toda a sua sensibilidade, alcança o íntimo de cada ser que o assiste e lhe faz, inconsientemente, vibrar com o sorriso infantil da protagonista, e entristecer-se a cada vez que ela não é feliz em seus objetivos. A trilha sonora e a montagem, excepcionais na sua criatividade e beleza artística e fundem-se ao filme como se fizesse parte do todo. E a narração conclui a obra de arte como uma lição de vida para muitos que colaboram com esse mundo triste em que vivemos.

O Fabuloso Destino de Amelie Poaulain transcende a categoria de filme comum. Ele é uma obra de arte.

Operação Impacto - Renato Dantas responde a membros do Orkut

O vereador Renato Dantas, um dos principais acusados pela Operação Impacto do Ministério Público Estadual de receber propina para votar contra os vetos do prefeito Carlos Eduardo está na comunidade RN Política respondendo alguns questionamentos do membros.

O vereador jura de pés juntos a sua inocência.

E além disso, não se cansa de criticar o prefeito e, ainda, faz insinuações quanto ao saneamento básico de Pium.

Mas o vereador não explicou satisfatoriamente, quando questionado, sobre os cartões de créditos e as senhas encontradas no seu gabinete.

E desviou quando perguntado sobre a propina, alegando inocência e dizendo que só responde em juízo.

Mesmo com as gravações feitas pelo Ministério Público.

Quando questionado sobre os vetos, o vereador mostrou fraca convicção nos seus argumentos e se contradisse quando falou que o aumento da outorga onerosa seria repassado para o consumidor, por isso votou contra mas, quanto ao saneamento executado pela iniciativa privada, que também terá o seu ônus passado ao consumidor, ele votaria a favor.

Não soube argumentar satisfatoriamente por quê ele era a favor de que a licenca ambiental fosse concedida pela STTU (secretaria de trânsito e transportes urbanos) e não pela SEMURB (secretaria de meio ambiente e urbanismo). Quando questionado se ele preferia uma cidade, daqui a 10 anos, com um bom trânsito ou com qualidade de vida, o vereador simplesmente não respondeu.

E ainda falou que teve uma consultoria técnica do SINDUSCON (sindicato da indústria e construção civil) antes de votar contra os vetos. Mas quando questionado se ele teria procurado outro órgãos, como a UFRN, para fazer essa auditoria técnica, o vereador novamente respondeu com o silêncio.

Não posso acusar diretamente o vereador Renato Dantas, por não ter o ônus da prova. Mas os indícios estão bem claros que de duas uma, ou houve propina, ou os vereadores pensam que o serviço público tem que estar vinculado aos interesses privados.

Não sei qual é a pior das hipóteses.

Mais sobre a Operação Impacto
http://tribunadonorte.com.br/noticia.php?id=46623
http://www.nominuto.com.br/politica/operacao_impacto_interceptacoes_telefonicas_comprovam_negociacoes_entre_vereadores/1764/
http://tribunadonorte.com.br/noticia.php?id=47922
http://tribunadonorte.com.br/noticia.php?id=47814
http://www.nominuto.com/politica/renato_dantas_diz_que_denuncias_estao_contaminadas_por_componentes_politicos_/2916/

A TV Brasileira



Li um artigo na coluna do jornalista Diógenes Dantas do site no minuto (clique aqui para lê-la)

Nele ele diz que a televisão brasileira está entre uma das melhores do mundo no quesito técnico e qualitativo e argumenta que isso é o motivo do "sucesso" financeiro que são estas TVs.

No quesito técnico a televisão brasileira está entre as melhores, não há dúvidas.

Em qualidade, não tenho palavras para definir, acabei de ir na sala e vi meu irmão assistindo, na rede TV, um excepecional espetáculo de "Como colocar o seu celular no liquidificador" com o destemido apresentador sendo desafiado por "especialistas" que queriam comprovar a tese de que o celular não quebraria.

Bela qualidade essa da nossa TV.

Nobres Canalhas

Ontem os vereadores de Natal derrubaram os vetos do prefeito Carlos Eduardo nas três emendas polêmicas do novo plano diretor de Natal. As emendas tratam do adensamento da Zona Norte, do licenciamente para o STTU e a mudança no prazo para a autorga onerosa. A derrubada desse veto significou uma enorme perda para a população de Natal e mais uma vitória das construtoras.

Segundo elas, a partir da aprovação do plano diretor, será possível construir até 2 mil e 500 metros quadrados na região da Zona Norte. O que significaria a construção de prédios de até 22 andares, numa região sem tratamento sanitário e nem esgoto. O impacto ambiental dessa medida vai ser a contaminação ainda maior dos lençóis freáticos da cidade poluinado ainda mais a água consumida pelo cidadão natalense. Mas para as construtoras, agora com a Zona Sul inchada, será um ótimo negócio. A segunda medida é ainda mais absurda. O licenciamento ambiental, antes dado pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB) passará a ser dado pela Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos (STTU) de Natal. Ou seja, as nossas queridas construtoras estarão livres dos ecochatos e de medidas que visem preservar o meio ambiente.
E como se ainda fosse pouco, as queridas construtoras terão mais de 2 anos de prazo para pagar os impostos referente as construções na cidade, com o aumento do prazo da outorga onerosa.

O resultado da votação, "democrática", segundo o vereador Emílson Medeiros, constituiu mais uma prova de como o financiamento de campanha está se tornando um câncer na nossa política. Nem mesmo toda a política partidária montada pelos governistas conseguiu atrair votos a favor dos vetos. O PV de Natal, que tinha como orientação votar a favor, votou contra e outros vereadores de siglas como PT e PSB fizeram o mesmo, comprovando o rabo preso e o medo dos nossos nobres canalhas de ficarem sem o dinheiro das construtoras para as suas campanhas políticas.

Entidades de apoio ao meio ambiente e o Ministério Público vão estudar medidas judiciais para que sejam mantidos os vetos do prefeito. Mas as construto... ops, vereadores irão fazer pressão política para aprovação das emendas. Isso demonstra mais uma vez o grau de comprometimento que esses nobres canalhas têm com a população natalense e com a nossa querida cidade.

O Deus

Animação do Anima Mundi muito boa!

top