Tá na hora

Tá na hora de conferir a minha lista de pretensões para 2006, feita exatamente no dia 20 de janeiro e publicada no meu blog antigo. Vamos lá.

1- Melhorar meu inglês
Esse fica pra 2007, esse ano não parei quieto e infelizmente não tive tempo.

2- Ler mais
De certa forma cumpri isso, mas eu li mais textos acadêmicos, livros técnicos e coisas assim. Literatura e romances bons deixei a desejar, infelizmente.

3- Escrever mais
Invariavelmente escrevi mais por causa da faculdade. E esse ano posso dizer que evoluí em todos os sentidos na minha redação. Visto que enganei 5 mil pessoas com um textozinho meu :)

4- Fazer uma boa faculdade
Fiz uma faculdade boa. Acho que poderia ter sido melhor, não me esforçei tanto quanto poderia, mas não tive nenhuma dificuldade nesse 1º ano.

5- Aprender a cozinhar
Hahahaha, promessa de ano novo, que jogarei para o ano que vem.

6- Tirar a carteira
Cumprido! Em setembro deste ano tirei minha carteira de motorista (ÔÔÔ coisinha chata heim, aquelas aulas teóricas).

7- Ser dispensado do exército
Também foi cumprido, como universitário eu pude escolher se iria servir ou não.

8- Conhecer mais pessoas
Conheci muuuita gente esse ano, muita mesmo, de todos os tipos. Nesse sentido meu ano foi muito bom.

9- Ser mais amigo
Uma promessa emo que eu acho que cumpri, só quem pode falar isso são meus amigos próximos.

10- Evoluir na pump
Larguei o pump, não era para mim.

11- Voltar ao skate
Hahaha, ainda quero/pretendo voltar.

12- Voltar ao aikido
Difícil, meus horários foram complicados e eu decidi que ano que vem irei fazer academia para virar um jornalista gostosão e inteligente :D

13- Fazer um curso de massagem terapeutica
Eu tentei, meio do ano quase entrei em um, mas era muito caro... Bem, ainda pretendo fazer.

14- Ajudar meu irmão a passar no vestibular
Não ajudei muito, confesso, mas ele se deu muito bem e espero que passe na segunda fase.

15- Deixar o cabelo crescer por 2 anos
Hahahaha, já cortei ele de novo. Acho que isso eu não vou conseguir fazer :(

16- Melhorar minha alimentação ;(
Não deu mesmo, dias corridos demais esse ano. Tinha vezes que nem almoçar eu podia... Isso fica para a próxima também.

17- Tomar menos refrigerante
Meu Deus, fiz promessas quase impossíveis. Teve um curto período desse ano que procurei parar de tomar refrigerante, mas não consegui.

18- Durmir mais cedo
Hahaha, aí só nascendo denovo.

19- Acordar mais cedo
Idem

20- Comprar um cd dos Beatles
Eu baixei uns 3, serve?

21- Comprar um cd dos Rolling Stones
Também baixei :)

22- Amar alguém(que não seja a familia e os amigos)
Bem, estou tentando.

23- Tentar entrar pro DCE
Eu era doido, isso só ia trazer problema pra minha vida, Deus me livre...

24- Me filiar a um partido político
Jornalista não tem que ser filiado a partido político nenhum, portanto outro objetivo também riscado.

25- Votar nulo
Votei nulo para governador no segundo turno...

26- Brincar mais
27- Deixar-se ser mais
28- Rir mais
(me recuso a responder às três acima, não sei onde estava com a cabeça quando escrevi aquilo)

29- Assistir mais filmes
Cumprido! :D e ano que vem eu quero assistir mais ainda.

30- Iniciar algum projeto
Iniciei um, o jornaleiros que agora está parado :\

31- Discutir mais politica
Discuti sim, discuti muuuuuuita política esse ano.

32- Ler mais filosofia
Eu li muito por causa de uma matéria fii da mãe que eu paguei. Descobri que filosofia não é o meu forte.

33- Ler mais revistas
Li pouco ainda, preciso ler mais...

34- Ser menos egoísta
De certa forma, fui...

35- Sorrir mais para as pessoas
Tá, eu sorri bastante esse ano.

36- Promover ircontros do #insano que deêm certo ¬¬
Hahaha, acho que não promovi nenhum esse ano

37- Ter um carro(nem que seja um fusquinha)
Ainda continua sendo sonho...

Para ver no cinema...

Trailer Babel

Esse é talvez o filme mais badalado deste ano, do diretor mexicano Alejandro González Iñárritu (21 Gramas, Amores Brutos). Tem no elenco Brad Pitt, Cate Blanchett, além do mexicano Gael Garcia Bernal, famoso por sua atuação em Diários de Motocicleta, Amores Brutos e E Sua Mãe Também. Babel foi o campeão de indicações para o Globo de Ouro e espera-se boas indicações para o Oscar também.

Se bem que a academia norte-americana vem fazendo algumas cagadas na distribuição dos seu principal prêmio.

O que nos resta é pagar para ver.

Nos cinemas moviecom a estréia está marcada para o dia 19 de janeiro.
Quando voce percebe

Para os que pensam que só quem publica notícias falsas por meio de manipulação de informação sou eu :)

Qualquer desocupado com uma câmera ou um blog e uma idéia boa é capaz de espalhar um boato de uma dimensão bem maior que a minha. Aliás, isso acontece muito. É frequente o aparecimento de notícias falsas em jornais (ou então completamente manipulada), rádios, TV e internet. Esse vídeo ai de cima é bem interessante foi produzido por um amigo meu que faz Rádio e TV lá na UFRN.

PS. isso foi uma resposta a alguns comentários.

Intolerância ou grande cagada

Saddam já teria sido executado, dizem TVs árabes

Emissoras de TV árabes estão noticiando que o ex-ditador iraquiano Saddam Hussein teria sido executado por volta de 1h de hoje (horário de Brasília)


Mais uma prova de um tipo de intolerância e revanchismo que somente irá gerar violência no mundo. Saddam não foi um homem bom, aliás, foi um dos piores homens que ja passaram pela humanidade. Mas uma condenação à morte é algo animalesco, ultrapassado, irracional e que, no contexto político em que vive o oriente médio, só irá gerar mais violência, mais mortes, mais dor.

Até aonde iremos? Seremos vítimas de nós mesmos?

COMUNICADO OFICIAL

Atenção

A notícia abaixo era falsa. Foi apenas uma brincadeira feita por mim e pelo meu amigo Kursch ontem a noite durante o nosso período sem orkut. Peço desculpas aos usuários que acreditaram e as pessoas que nos linkaram. O orkut acabou de voltar e não vai ser fechado e se for fechado provavelmente eu não divulgarei isso, porque não tenho nada haver com isso. Essa brincadeira tomou uma dimensão imensa e vai servir futuramente na minha tese de conclusão do meu curso de Jornalismo na UFRN. Foi importante para notar o quanto os usuários de internet não procuram checar as fontes das notícias que lê e nem ao menos duvidá-las. A grande maioria leu e simplesmente acreditou no que eu escrevi sem ao menos pesquisar se as instituições que eu coloquei eram verdadeiras. Escrevi a notícia da forma mais absurda que veio na minha cabeça e publiquei aqui e no Dias Comuns e saí divulgando, aproveitando a onda de boatos do fim do Orkut. A mistura disso com uma notícia divulgada no dia 25 de agosto, foi bombástica. Vários internautas acreditaram sem ao fazer uma mínima pesquisa sobre o assunto.

Resultado: tive mais de duzentas visitas em poucas horas e o Dias Comuns passou das 1600 visitas em menos de 12 horas. Além de ter o prazer de ver os nossos blogs citados no wikipédia.

Moral da História: Não acreditem piamente em tudo que lêem na internet, sempre pesquise antes, porque pode ser apenas uma brincadeira de um desocupado que nem eu :)
O ministério público federal encaminhou hoje para a empresa norte-americana de internet Google, em sua filial no Rio de Janeiro, um documento oficial exigindo a proibição do acesso de IPs brasileiros na comunidade virtual Orkut. Segundo o ministério público, a decisão aconteceu devido a forte onda de pedofilia promovida pelo site e aos recentes ataques do crime organizado no Rio de Janeiro, que supostamente foram combinadas na comunidade virtual.

Para a polícia, o Orkut é um dos principais meios usados por criminosos e pedófilos para a arquitetura das suas ações. O chefe do Ministério Público Federal em um pronunciamento oficial afirmou hoje que o “Orkut está ajudando na criminalidade e foi o responsável por diversos delitos, desde simples furtos, até crimes de alta gravidade”. Além disso, a comunidade virtual é acusada de racismo e crimes contra os direitos humanos.

A decisão foi bem vista por vários setores da sociedade. A organização nacional anti-nazista, comemorou a decisão com uma festa em sua sede. ONGS que lutam contra a pedofilia também comemoraram. “Para a gente, foi uma das decisões mais acertadas tomada pela MPF.” Disse o presidente da ONG Pedofilia-Não, João Gilberto.

A multinacional não se pronunciou oficialmente sobre a decisão do MPF e desde às 17 horas de hoje tirou o seu serviço do ar para o acesso dos brasileiros. Segundo algumas fontes, dificilmente o Orkut voltará ao ar no Brasil, porque a empresa teria perdido o interesse em fornecer o serviço aos brasileiros. Além disso, os entraves com a justiça brasileira teriam feito o presidente das Coorporações Google perder a paciência e desistir de vez do Brasil.

Cagada 2006 - Continuação

Seguindo a linha das cagadas desse ano, darei agora aos meus leitores o prazer de saber qual foi, na minha opinião, a grande cagada cinematográfica de 2006. Antes de entregar o picolé de côco para o distindo vencedor, devo dizer que essa escolha foi acirrada. Os dois principais candidatos disputaram ponto a ponto para levar o grande prêmio deste dia, foi díficil e levou horas de meditação e perda de neurônios da minha parte para escolher o grande vencedor.

Então, o picolé de cocô cinematográfico desse ano goes to....













Saw 3 foi a minha grande decepção. Fraco, gratuito, morno, previsivel. Estas são as principais características do vencedor do nosso prêmio. Jogos Mortais não convenceu a mim e nem a quem realmente gosta de boas histórias de suspense. Não convenceu porque não tinha uma história concreta, parecia procurar desculpas para a violência excessiva e gratuita do filme, e também porque a maioria das atuações foram péssimas. Com exceção de Jigsaw (Tobin Bel) que conseguiu ser razoável na interpretação, os outros atores não convenceram em nada. O filme toma uma hora e quarenta minutos do seu tempo com flashbacks toscos, cenas de violência e atuações ruins. Não conseguiu ser genial como foi o primeiro. Aliás, deveria ter parado no primeiro. Ficou claro neste filme o interesse comercial dos produtores executivos que mandam na indústria cinematográfica norte americana e produzem lixos artísticos como esse.


*O segundo lugar foi para Superman.

Cagadas e Golaços de 2006

Ok, eu sei que todo mundo faz isso, mas eu sempre quis fazer isso também, portanto ao longo da semana elegerei os golaços e as cagadas desse ano.

A Cagada 2006 (Política)

Depois de muito pensar e numa disputa acirrada entre a derrota do Brasil na Copa do Mundo, a pança de Ronaldo, a crise dos controladores de vôo e outras tantas merdas que ocorrem no Brasil diariamente, eu fico com a "vitória" da opinião pública contra os deputados no caso do aumento de 91% dos nossos parlamentares.

O povo brasileiro é mesmo ingênuo. Recebi diversos emails, vi em vários blogs e fóruns pessoas felizes comemorando o fato de que o STF ter revogado o aumento de 91% dos salários dos parlamentares. sendo este aumento diminúido para meros 20%, passando de R$ 12.500,00 para a mixaria de R$ 16.500,00.

Mas a merda não é essa. A cereja desse delicioso coco toda está no fato de os parlamentares já receberem algo em torno de 100 mil reais dentre salarios, gratificações e verbas de gabinete. Um deputado no Brasil recebe apenas:

Sálario: R$ 12.600,00

Auxílio Viagem: R$8.000,00 a R$14.000,00 (Auxílio Viagem!?, aff, com quase 13 mil de sálarios os deputados ainda precisam de auxílio viagem!?)

Auxílio Moradia: R$ 3.000,00 (Oww meu Deus, isso é excelente, antes do auxílio moradia os deputados viviam todos em baixo da ponte...)

Gastos telefonicos e postais: R$ 4.265,00 (Postais!? Em que época vivem nossos parlamentares!? Ah, sei, ainda não chegou internet em Brasília. Gastos telefônicos, ahh tá, os nossos queridos passam hoooras fofocando no telefone)

Fundo Indenizatório : R$ 15.000,00 (Isso é sensacional! Criado pelo nosso querido governador reeleito de MG, Aécio Neves, quando ele ainda era presidente da câmara dos deputados, eu ainda não descobri para que serve. Como se os parlamentares necessitassem de indenizações. Tadinho deles.)

Verba de Gabinete: R$ 50.000,00 (Todo parlamentar tem que manter um gabinete com pelo menos 2 assessores. Também não entendo para que serve...)

Ah, e não acabou por aí, meus queridos. Todo deputado brasileiro recebe 15 sálarios! É isso mesmo, como se não bastasse, eles recebem 2 salários a mais do que qualquer brasileiro. E o pirulito de ouro dessa merda toda está no fato de que para viagens oficiais os parlamentares tem todos os gastos pagos pelo seu dinheiro, pelo nosso dinheiro.

Ou seja, para eles vai fazer pouca diferença esse aumento passar ou não. Eu até preferiria que eles recebessem seus 24 mil, desde que não tivessem tantas gratificações para não fazer nada. Quem perde com isso tudo é o povo brasileiro, crente e abafando que deu uma lição nos nossos queridos...

Então é Natal...

Pois é. Decidi antecipar meu post aqui, inspirado pelas luzes de natal e pelo espirito natalino que povoa o ambiente nessa época do ano.

Natal é, para mim, a época mais nostágica do ano. Natal me faz lembrar muito a minha infância, os presentes, o papai noel, toda aquela magia que a mídia faz toda a questão de intensificar. Esse período me lembra muito Brasília e a época que eu passava o Natal junto dos meus avós, primos tios e tias. Como apenas eu, meus dois irmãos e minha mãe moram em Natal, passamos juntos com a companhia* de amigos.

Bem, esse post está ficando pessoal demais. Já ta bom. Desejo tudo aquilo que todo mundo deseja nessa época do ano.

*Nunca sei como escreve essa palavra.

Alterações no Blog

Como um novo objetivo do ano que está vindo é tentar manter um blog, pelo menos com uma atualização diária, mudei profundamente o layout desse troço aqui. Adicionei sites e blogs que ando visitando, mudei a parte de cores, a fonte. Tudo isso com o único intuito de deixá-lo mais atrativo, fácil de ler e para aplicar os meus conhecimentos jornalísticos :D

Bem, espero que gostem e espero que eu consiga manter esse blog num nível alto e interessante. Ahh, a proposta desse blog é textos sobre política, música e cinema. Comecarei depois do Natal ;)

Mainardi é um Filho da Puta

Lendo a matéria que saiu no comunique-se ontem à noite cheguei a uma conclusão genial. Diogo Mainardi, colunista da revista Veja, é um filha-da-puta dos melhores. Antes de qualquer coisa queria dizer que a expressão filha da puta é dotada de dois sentidos diferentes. Uma é o sentido pejorativo embutido na própria palavra e que é usado com pessoas das quais não temos muito afeto, devido às suas idéias e atitudes diferentes das nossas ou qualquer tipo de sei-las-oquês que nos incomode. O outro é um sentido de elevação, arrisco a dizer que seja, até mesmo, um elogio. Uma expressão que muita gente usa quando um ser foi capaz de fazer algo genial, algo bem difícil de fazer, quase impossível e que todos queriam estar no seu lugar. Eu diria que é uma expressão ligada a inveja ao feito da outra pessoa ou a qualquer outra boa habilidade que tal ser tem ou desenvolveu.

Mainardi, para mim, está encaixado nos dois sentidos da palavra. Não preciso enumerar os motivos que o fazem ser um filha da puta no sentido pejorativo. Ele escreve textos racistas, deserespeitosos, pratica o denuncismo, apesar da habilidade investigativa; e escreve para, na minha opinião, a pior revista do país. Porém, refletindo um pouco e relendo alguns textos dele cheguei a conclusão que ele também consegue ser um filha da puta no bom sentido. E eu o invejo nesse sentido.

Ele simplesmente é genial na argumentação. Não há como pensar o contrário. Mainardi sabe usar as palavras para defender as idéias dele, por mais absurdas que essas idéias chegam a ser. Apesar de não medi-las com a sapiência necessária a um redator excepcional, ele sabe cadenciar as palavras para parecer que a verdade está com ele. Um leitor médio sem o devido senso crítico é capaz de aceitar que "comer bosta é bom" por causa da sua habilidade retórica. Algo raro de encontrar.

Outro ponto positivo de Diogo é a sua audácia. O colunista desafiou simplesmente três das maiores figuras do jornalismo brasileiro. Três ídolos meus. Franklin Martins, Paulo Henrique Amorim e Mino Carta. Na razão ele perdia, mas na argumentação era perfeito. As suas palavras fortes, incisivas, claras e até mesmo irônicas deixaram meus ídolos com alguns cabelos brancos de preocupação e, até ouso a dizer, medo. Um desafio desses não é para qualquer um, ainda mais quando não se tem a razão, mas ele topou, levou alguns processos, e conseguiu ser polêmico ganhando a visibilidade que queria.

Diogo lembra Chatô nesse ponto. Ambos foram polêmicos para construir as suas imagens. Quem seria Diogo hoje se ele não escrevesse as besteiras que escrevesse? Ele não teria nem a metade dos fãns (e dos odiadores) que tem hoje. É óbvio que a ética nesse quesito passa longe. Por isso que afirmo também que Mainardi é maquiavélico. Inteligentemente maquiavélico. Ele usa das palavras para conseguir fama e dinheiro e está conseguindo com isso, porque querendo ou não, praticamente todo o brasileiro que tem um nível médio de conhecimento e leitura sabe quem é a figura, e ou o odeia, ou o ama. Essa postura polêmica lhe da ibope, e audiência é dinheiro para a mídia, consequentemente, para ele também. O triste dessa história toda é que isso não vai mudar em nada o nosso país, a nossa condição social e a nossa história, só irá promover uma figura maquiavélica, mas de talento inegável, e levantar meia-dúzia de polêmicas e outra dúzia de processos na nossa lenta justiça brasileira. Agora jornalismo social, corajoso e ousado que é bom, nada.
top