Embate eleitoral, no Brasil e no RN

Hoje, quinta-feira, é o debate presidencial transmitido pela TV Globo. Há uma possibilidade do nosso atual presidente comparecer, pelo que supõem. Devido ao escândalo do dossiê, Lula perdeu cerca de 3 pontos percentuais de vantagem em relação aos outros candidatos. Ainda restam os votos dos indecisos que podem mudar o rumo da eleição.

Lula é extremamente experiente e bom em debates. Raramente perde, ou se dá mal. Se ele for, será um bombardeio de acusações e de tiradas para desestabiliza-lo. Se ele manter a serenidade, da mesma forma que manteve durante a entrevista presidencial da Band, ele conseguirá bons resultados na discussão de mais tarde.

No estado

Esta havendo uma especulação sobre uma pesquisa do Vox Populi que daria 2% de vantagem a Garibaldi, desmentindo completamente a pesquisa do insituto Sensus (10% de vantagem para Wilma, com ela se elegendo no primeiro turno) e da Consult (5,3% de vantagem para a governadora). Segundo o Blog do Diógenes, os wilmistas que ainda não autorizaram a divulgação da pesquisa no jornal Diário de Natal, onde ela seria divulgada. Afirmaram que a Vox Populi registrou um empate técnico entre os candidatos com uma ligeira vantagem para Wilma. Já entre os bacurais, especula-se que a Vox Populi teria dado 2% de vantagem ao senador Garibaldi Filho.

Não da pra saber ao certo quem está em primeiro. Para a minha análise, usarei o depoimento de um colega que esteve terça-feira, em frente a TV Cabugi após o debate. Segundo ele, havia uma quantidade de wilmista maior do que a de garibaldista, brincando com esse fato, chegou a dizer que só estavam presente lá os parentes do senador. Porém, ao perguntar informalmente a maioria das pessoas, muita gente diz que votará em Garibaldi. As eleições aqui estão quentes e provavelmente dará segundo turno. Aposto em empate técnico com ligeira vantagem para Wilma no dia 1° de outubro, mas não dá para ter certeza de nada.

Uma coisa para mim é certa. Elegendo-se Wilma ou Garibaldi, tudo ficará na mesma. Ambos os candidatos já governaram o Estado e já mostraram sua (in) capacidade administrativa. Os dois já foram aliados e subiram no mesmo palanque várias vezes. O atual prefeito Carlos Eduardo Alves é sobrinho do senador e fora indicado para a chapa de Wilma nas eleições de 2000. Iberê, o vice de Wilma, já foi secretário de Garibaldi diversas vezes. Ou seja, elegendo-se gregos ou troianos, Natal continuará sob as mesmas mãos.

0 comentários:

top