Carnaval e Oscar

Eu simplesmente deixei esse blog às moscas, depois de postar as fotos dos meus queridos calourinhos. Mas, vamos lá gente, tenho que ter um desconto, afinal, foi carnaval! E, vocês sabem né, como bom brasileiro, eu só funciono mesmo depois do carnaval.

Ok, eu confesso. Nunca fui chegado a pular carnaval, micareta, blocos e ouvir axé, swingueira e essas coisas que tocam nesse período. Sempre procuro aproveitar o feriado lendo livros, assistindo filmes e fazendo programinhas mais lights. Esse ano foi a primeira vez que eu realmente fui a uma festa típica de carnaval e digo que depois de algumas tantas doses de cana ou quantidades consideráveis de álcool, a música não fica tão insuportável assim e até é legal ficar lá dançando e pulando. Mas não faz o meu tipo de festa. Principalmente quando se está namorando.

Bem, depois dos confetes e das serpentinas desse ano o foco volta-se para a entrega do grande prêmio do cinema mundial. O Academy Awards, mais conhecido como Oscar será entregue no próximo domingo, dia 25. Apesar de ser marcado por injustiças nas premiações e de ser criticado por favorecer demais a indústria cinematográfica americana (que, para os mais ferrenhos, está em franca decadência), em detrimento das demais, a premiação continua sendo a mais importante do cinema mundial por causa do seu glamour, das especulações em volta do grande vencedor e da sua importância histórica. Afinal são 78 anos de história e a forma da pequena estatueta de estanho folheada a ouro catorze quilates nunca mudou.

Dentre os indicados, não falta quem chute os favoritos. Teve até um blog norte-americano que baseou suas previsões para a premiação por meio de um sorteio meio inusitado. Um dos autores do blog colocou o nome dos indicados e pediu para que seus filhos sorteassem os grandes vencedores. Outros sites baseiam-se em especialistas de cinema e pessoas influentes na academia para tentar adiantar os futuros vencedores, mas nem sempre são felizes nessas predições. E como eu sou um cara metido, não fiquei de fora e fiz as minhas próprias apostas para os melhores de 2006. Aí vão duas delas.

Para melhor filme dará Cartas de Iwo Jima do fantástico Clint Eastwood. Apesar de ser uma produção composta, em sua grande maioria, por japoneses e a academia ser marcada por um estigma de protecionismo com os norte-americanos, o filme trata da guerra com um enfoque bastante humano mostrando o lado dos japoneses durante a batalha de Iwo Jima, na segunda guerra mundial. O filme se baseia em cartas escritas pelos soldados para tentar construir a realidade dos militares japoneses durante a tomada da ilha de Iwo Jima pelos norte-americanos, o interessante do filme é que ele procura não mostrar o lado ideológico, mas sim o lado humano de uma guerra. Esse enfoque aliado à forte pressão da opinião pública norte-americana contra o envio de mais tropas para o Iraque poderá fazer desta produção a campeã no quesito mais disputado na categoria. O longa ainda é produto de uma idéia genial de Eastwood de mostrar a mesma batalha sob dois pontos de vista diferentes. Cartas de Iwo Jima, tem, como seu irmão, o também muito bom A Conquista da Honra, roteirizado por um norte americano e que mostra a mesma batalha, com o mesmo enfoque sendo que de um outro ponto de vista. Ao utilizar takes iguais e muito parecidos nos dois filmes, Eastwood cria um efeito muito bom nos filmes e sugere uma reflexão sobre a validade das guerras num mundo que se julga "civilizado".

Para melhor diretor é quase unanimidade que a academia escolha Martin Scorsese. Scorsese é considerado um dos melhores diretores norte-americanos vivos. Diretor de clássicos como Touro Indomável e Taxi Driver, é um dos exemplos mais claros de injustiça feito pela a academia. Ele simplesmente nunca ganhou uma estatueta dourada, tendo concorrido a ela várias vezes. A última derrota foi com o filme O Aviador em que ele perdeu na categoria de melhor diretor para Eastwood que, à época, concorria com Menina de Ouro. Esse ano o diretor concorre pelo elogiado Os Infiltrados, filme que eu ainda pretendo assistir, mas que pinta também como um dos favoritos para levar a estatueta de melhor filme.

Ah, se vocês quiserem fazer a suas apostas e ainda concorrerem a um ano de cinema grátis, o site do Cinemark ta com uma promoção muito boa. Os quatro maiores acertadores dos prêmios da academia terão um ano de filmes, numa das maiores redes de cinema do Brasil, sem pagar absolutamente nada. Vale a pena aproveitar.

0 comentários:

top