A Mídia Paulista

Em reação aos decretos do governador de São Paulo, o tucano José Serra, estudantes da Universidade de São Paulo ocuparam a reitoria exigindo do governador a revogação dos decretos emitidos por ele que afetam a gestão financeira autônoma das universidades paulistas. Os manifestantes também alegam que o governador suspendeu a contratação de professores por tempo indeterminado, além de submeter as universidades públicas paulistas à secretarias estaduais. Segundo eles, o resultado disso seria a perda da autonomia financeira das universidades.

Fiz um clipping sobre boa parte do que foi publicado na internet sobre o assunto e segue-se abaixo os links:

http://conversa-afiada.ig.com.br/materias/432501-433000/432827/432827_1.html
http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/2007/05/08/estudantes_da_usp_se_reunem_com_a_reitora_predio_segue_ocupado_779232.html
http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u19491.shtml
http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2007/05/380925.shtml
http://ocupacaousp.blog.terra.com.br/ (blog da ocupação)

O mais interessante é a matéria da Folha de São Paulo. Leviana e parcial desde a sua chamada na qual diz que os estudantes "acampam" na reitoria. Desdenhando completamente de um movimento construído a fim de evitar o sucateamento de um bem público. Como se os estudantes que estivessem lá estavam apenas para fazer turismo na reitoria.

A matéria não informa sobre as conseqüências das medidas do governador Serra nas universidades públicas. Uma ausência de informação que deixa a matéria capenga, com uma perna só. A falta de um tratamento profundo sobre o tema, é um desrespeito ao leitor e à ética jornalística. "Segundo funcionários da reitoria... quebraram portas, grades e móveis" mais um parágrafo tentando desconstruir o movimento. Usando-se da famigerada proteção da fonte para exprimir uma informação. Interessante que se isso realmente tivesse acontecido, o informante não seria um funcionário da reitoria, mas sim um policial que estaria analisando os danos.

E ainda tem o seguinte parágrafo:

"O grupo foi recebido pelo vice-reitor, Franco Lajolo, depois que ele conversou com a reitora por telefone sobre a situação. Segundo a USP, nenhuma reivindicação foi feita."

Informações desmentidas até mesmo por outros sites de notícia, que falam que foi entregue uma pauta com 10 reivindicações. Usar isso nesse texto reforça a idéia inicial, exposta pelo seu redator, de desconstruir o movimento. Fazer com que o receptor pense que movimento social é feito por vagabundos.

0 comentários:

top