Bandas 2006

Esse post é especial, nele vou escrever sobre algumas das bandas que eu mais ouvi esse ano. Elegi quatro bandas que viviam na playlist do meu winamp, na seleção do meu mp3 player e no som do carro da minha mãe (quando eu dirigia ele). Antes de apresentá-las, gostaria de expor os critérios por mim utilizados para a seleção. Todas são bandas independentes, a maioria com pouquíssima visibilidade midiática. As bandas selecionadas são nacionais. Três das quatro bandas que eu vou citar são bandas daqui de Natal e eu vi o show de todas elas. Ah, são bandas de rock.

Ainda nas preliminares, peço licença para fazer um comentário sobre o rock nacional. Não sou nenhum músico, nem nenhum crítico especializado em música e nem nada. Sou apenas um desocupado, com um teclado em casa e uma bagagem musical razoável. Essa minha experiência me permite concordar com o clichê da crítica musical brasileira. O rock no Brasil quase morreu. Quem acompanha a história musical brasileira pode afirmar categoricamente que a última banda de rock, que realmente fazia um som legal e "estorou", foi os Raimundos. Depois do quarteto brasiliense, ninguém mais conseguiu fazer um rock de verdade que "estourasse" nas paradas, que tocasse nas rádios e tivesse seus clipes veiculados pela MTV e CDs gravados por grandes gravadoras. Ainda lembro da época em que a banda acabou, só não esperava que a conversão do ex vocalista da banda, Rodolfo Rodox, tivesse um impacto negativo tão grande na nossa produção musical. Depois dos Raimundos não veio nenhuma banda "grande" que fizesse um som de macho, um rock de verdade. Vieram Charlies Browns, CPMs 22, Detonautas e outros tantos lixos musicais produzidos sob medida para vender e estourar, "fazendo" a cabeça dos adolescentes. O Raimundos encerraram o fim de uma época, ou até mesmo fizeram uma época, sendo uma das poucas bandas "grandes" que conseguiu fazer sucesso com letras sujas, uma guitarra enlouquecida e excelentes presença de palco.

Contudo, as trevas não estavam em todos os lugares. Ainda existiam bandas que se dedicavam a fazer um som independente de produtoras e gravadoras. Um rock diferente daquelas "viadices" que tanto tocavam nas MTVs e nas rádios da vida. Pena que o espaço para elas, naquela época, era bem reduzido. Não havia nenhum tipo de incentivo a bandas novas e era praticamente impossível uma banda nova conseguir fazer uma divulgação razoável do som que produzia. E aí, se fez a luz. Enquanto a indústria fonográfica brigava com o Napster e os compartilhadores de MP3, aqueles que produziam algo de verdade começaram a difundir o seu trabalho via internet, por meio dessa maravilha moderna chamada Mpeg Audio Layer III, depois veio a facilitação técnica de criação de espaços virtuais produzida pelos blogs, em seguida as comunidades virtuais por último, o youtube. Isso tudo provocou uma revolução musical. Uma revolução tão forte que mudou o conceito de fama e que, de certa forma, democratizou a divulgação de bandas novas. Isso provocou uma mudança tanto no som do que começou a ser produzido, como nos eventos. Graças a essa revolução produções culturais como o MADA, ou o Abril Pró Rock, que incentivam bandas independentes, começaram a emergir e a ganhar visibilidade, o conceito de rock começou a mudar. Claro que tudo ainda não mudou, mas muita coisa melhorou e isso deu um novo fôlego ao bom e velho rock'n'roll. Então, amigos, vamos rezar todos os dias a Deus pela internet. Sem ela estaríamos condenados a ficar agüentando clipes de forfun na MTV e à ouvir as merdas que Chorão sempre fala por onde passa. Viva a Internet e as MP3s :D.

A Primeira banda selecionada foi a potiguar Revolver.
Revolver é uma das revelações musicais de Natal dos últimos anos. Com som que que é um rock'n'roll com pitadas de blue, é uma banda que literalmente te faz balançar o esqueleto nas suas perfomances. As músicas como "Cafajeste", "Rock and Blues Bar", "Vestida de Noiva", "Quero Ver" evocam o espírito rock'n'roll presente no espírito humano, excelentes para se ouvir quando estiver dirigindo ou quando se deseja o bom e puro rock'n'roll. Pena que o CD deles tem algumas musiquinhas fracas, mas nem tudo é perfeito.

Site Oficial: http://www.revolver.zip.net
Video: http://www.youtube.com/watch?v=mWmPrTlm62Y
Trama Virtual: http://www.tramavirtual.com.br/artista.jsp?id=10893
Comunidade: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=329708

A segunda banda escolhida é DuSouto.
DuSouto é a banda natalense de maior visibilidade. Fez shows em São Paulo, gravou uma musica para o jogo FIFA World Cup 2006 e ainda foram entrevistados no programa do Jô. Definir o som da banda é difícil. Algo como um rock, com uma pegada eletrônica e elementos do samba. Não sei definir. Mas é uma banda de ritmo e atitude como demostrada na musica "Samba Souto", com trechos do Artigo 1º da Declaração dos Direitos Humanos, com um som que definitivamente não te deixa parado, pelo seu conteúdo e pela pluralidade rítmica nela contida. O show da banda então, excelente. Um dos melhores que já fui. Vale a pena conferir.

Site Oficial: http://www.dusouto.com
Video: http://www.youtube.com/watch?v=CrozFclnRpU
Trama Virtual: http://www.tramavirtual.com.br/artista.jsp?id=21415
Comunidade: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2845289

Amanhã postarei as outras duas bandas.

0 comentários:

top