A Lingua das Mulheres (sem fama, nem dinheiro)

*post especial para simon do canal #insano

Ronaldo disse que falava a língua das mulheres. Eu acredito que ele tem mais a condição socioeconômica para conquistar as mulheres, do que a malícia necessária para a arte de selecionar a presa e conquistá-la. Compartilharei, aqui, algumas das minhas técnicas desenvolvidas a base de observações empíricas, porque, no momento, não precisarei delas.

1. A Seleção

Antes de tudo é preciso saber selecionar bem a presa. Os quesitos como atração física e sexual são importantes, mas eles sozinhos não são a garantia de nada. Um bom conquistador sabe separar a mulher não-pegável da mulher-pegável. É bom salientar que as mulheres prestam muito mais atenção no assunto, na inteligência e na segurança do seu futuro parceiro do que na sua aparência física em si. É claro que a aparência é importante, mas não é ela que vai fazer a diferença.

Para separar o joio do trigo numa festa é simples. Observe. Se a presa estiver muito grudada com as amigas ou com os amigos, desista, sinal claro de que ela está ali para não ficar, ela ta querendo apenas curtir a festa e não está pensando em arranjar um ficante. Se ela se fixa num local determinado, também é um mau sinal. Quando as mulheres estão querendo ser caçadas elas costumam caminhar pelo local da festa a procura do seu caçador e estão, geralmente, desgrudadas de amigas e afins. Ao observar isso, procure segui-la, meio de longe, mas deixando que ela perceba que você está atrás dela. Mulheres sentem quando alguém as quer caçá-las e costumam dar sinais quanto a isso. Se ela agir como se estivesse fugindo de você, é um mau sinal, talvez você não seja o tipo físico esperado dela. Mas mesmo assim não desista, o tipo físico, no final das contas, é o que menos conta.

2. A Aproximação

Seja sutil. Aproximações bruscas assuntam e pegam mal. Ela pode pensar que você é um tarado ou um seco, isso enfraquece a sensação de segurança que você deveria passar para ela. Tenha paciência, aproxime-se devagar, aos poucos. Vá conquistando território e deixe que ela perceba a sua presença, olhe de vez em quando para ela. Mesmo se ela fugir de você, insista, pode ser que ela mude de idéia.

Quando já estiver relativamente perto da presa, inicie o passo 3.

3. Puxando Conversa

É a parte mais difícil e é a que fará total diferença no processo. Invente alguma desculpe, use a criatividade para conseguir arrancar alguma palavra dela. Quanto mais criativo for, melhor. O importante é que na conversa, você seja educado, mas mesmo assim, pareça descontraído. No meu caso específico, nesse momento, eu abro o jogo de uma forma engraçada. Isso muitas vezes funciona, mas com mulheres mais sutis, cai mal. Não enrole, é importante ser objetivo nesse momento. Existem mulheres que gostam de testar essa 'objetividade' masculina, para ver a segurança do seu predador. Não desfoque, mas não seja mala. Se ela demonstrar que não quer, tente dar uma saída engraçada para isso tudo, mas não insista, isso é importante.

Criatividade, charme e naturalidade são essenciais nessa hora. Pratique isso. Se estiver nervoso, procure esconder o nervosismo. Se não for possível, confesse para ela. Sinceridade cai muito bem e as mulheres adoram.

Depois de uma boa conversa, você conseguirá o seu prêmio. Lembre-se sempre de tratá-las bem, com polidez e honestidade, mas sem deixar a descontração e a criatividade de lado.


:)

0 comentários:

top